terça-feira, janeiro 31, 2012

A gente muda de ideia...

Eu, pelo menos, mudo sempre.

Mudo de cabelo, mudo móveis de lugar, mudo o caminho para ir ao trabalho, mudo de perfume...só não mudo a minha família, de marido, nem de gato e muito menos de filho.
Mudar impacta em um monte de coisas, né? Uma delas é a bagunça que causa...
Quando eu me despedi daqui, não imaginei que iria ficar sem rumo. Não imaginei pq eu já havia mudado várias coisas na minah vida:  de casa, de estado civil, de rede social, enfim... nada mais natural do que mudar aqui tbm. Como eu já havia mudado o visual do blog muitas vezes, achei que a única alternativa de mudança por aqui seria o encerramento.
Sei lá, gente... tava achando tudo aqui muito sem sentido. Talvez precisasse organizar de novo o meu casamento pra ter assuntos bombásticos, iluminações poéticas e até emocionais...não sei.
Mas como organizar novamente um evento desses está fora de cogitação pelo meu marido (juro que o pedi em casamento de novo!!!) e sinceramente acho que não quero mais passar por um estresse daqueles, resolvi deixar novamente a intuição fluir e deixar chegar a mudança...Foi aí que pensei: O que eu quero desse canto?
Quero que seja exatamente o que é. Tá. Agora, com uma cara nova e tal, mas exatamente isso: Um cantinho de anotações, rabiscos mentais, desabafos, dicas, reflexão, fofoquinhas brandas e o que mais eu tiver vontade de colocar aqui, afinal... esse é o meu caderninho, não é????
Quem acompanha, ou acompanhava vê aqui no campo dos recados, que não houve muitas manifestações em contrário à minha decisão. Cheguei a achar que tava tudo "seacabando" mesmo... mas recebi emails pedindo pra eu não parar de escrever, meus pais (esses não deveriam contar pq são suspeitos, né?) umas colegas do trabalho e até umas pessoas que eu nunca vi o nome e nem me seguem oficialmente. A última delas foi uma colega que me deu um sacode e me disse que era divertido ler meus textos.
Mais uma vez eu vou dizer, não pretendo sair daqui direto pra um programa de televisão (se bem que não seria mal...), ou até sair (novamente) em uma revista, ou me tornar celebridade da blogsfera. Não, volto à dizer que sou uma ‘réles’ mortal que precisa colocar pra fora muitas coisas, muitos pensamentos, muitas palavras, enfim... e é isso que vou continuar fazendo.
Peço que continuem deixando recados, interagindo... Eu dei uma sacudida no visual do blog, como vcs perceberam... Tirei alguns links que eu não entrava mais, dei uma atualizada no que ando visitando por aí, coloquei um fundo que expressa exatamente esse momento: “anotações e rabiscos” de assuntos diversos...
Notem que não tem mais a minha fotinho no meu avatar. Não, não engordei... Só quero dar um ar de mistério por aqui...hahahahhahaa Brincadeira!!! De vez em quando vou colocar alguma imagem minha ou de algum momento meu.
To pensando em fazer uma Página do blog no face...mas ainda to só pensando. Nem sei como funciona...
Enfim, é isso.
Preciso do momento blog na minha vida. Acho que fiquei meio jururu desde que encerrei isso aqui.
Podem até pensar que sou indecisa, insegura e etc... mas a verdade é que a gente, às vezes, muda de ideia quando quer de volta um momento bom. E o blog, o meu blog, pra mim, é um momento bom da minha rotina.
Estamos de vooooolta!!! (como diz o Bial)
\o/  S2

PS .:Pai e mãe... cá estou de novo. Sigam-me!!!!

2 comentários:

disse...

Minha amiga Meire me mandou esse mimo de recado. Como ela não estava conseguindo postar, colei a mensagem aqui:
"Fiquei surpresa quando me deparei com a sua despedida no blog, não consegui acreditar, e pensei: A Renata parou de escrever? Como assim? Não consegui acreditar, por essa razão resolvi falar com vc. Não sou seguidora assídua, até pq estou muito sem tempo ultimamente e nem tenho alimentado meu blog (estou voltando agora). Achei inclusive que o seu texto de despedida esta ótimo, muito bem escrito.
Já escrevi um monte de coisas pra vc num momento de inspiração e emoção, mas infelizmente não foi. O que posso dizer é que se vc era feliz com o seu blog e seus textos que vc continue escrevendo sim. Achei bom vc ter voltado.
Eu sempre digo que não posso viver sem fazer as minhas artes, quando eu paro começo a murchar sabe como? eu imagino que isso aconteça tbem com vc. O nosso blog é a nossa válvula de escape (inclusive aqui no trabalho) , não dá pra abrir mão disso, não tem como meeeessssssmo!
Parabéns pela decisão e se divirta sem medo de ser feliz!
Bjs.,
Meire"

Um cheiro, Meire e muito obrigada pelo carinho!

Dani Dickel disse...

Isso aí amiga! Que bom que vc voltou a escrever! Sempre gostei de verdade de ler seus textos e nesses últimos dias que estivemos conversando por email te falei que vc sabia escrever o que eu pensava, mas de uma maneira que eu não conseguia, lembra????? E acho que é exatamente isso que faz seu caderninho ser diferente, especial e único! Sou fã!!!!!!!
Beijoooooossssaaaa