terça-feira, março 09, 2010

Dica de saúde.

Hoje cedo eu tava conversando com uma amiga sobre os benefícios do ômega 3 e 6 em nossos organismos. Desde a adolescência sofremos com muitas cólicas e TPM e desde que incluimos essas substâncias nos nossos organismos estamos mais tranquilas... Bem mais tranquilas, diga-se de passagem. Aí, eu resolvi compartilhar aqui no blog o que encontrei sobre o óleo de linhaça, que no meu caso é o que eu estou usando e posso dizer que, além de outros benefícios, controla e muito a TPM (minha médica me autorizou a utilizá-lo). Hoje sou uma pessoa serena e calma durante aqueles dias...(quase serena e quase totalmente calma, tá. Milagres não são assim tão comuns...:))
Pois bem, compartilho aqui um dos vários artigos que já li sobre a matéria. Boa leitura.

Óleo de linhaça no combate à TPM

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 10% da população - na relação de três mulheres para um homem - apresenta Síndrome do Olho Seco, patologia ainda confundida com infecções ou alergias.
Não obstante, nós, mulheres, ficamos expostas a fatores como contato dos olhos com filtro solar, cremes e maquiagem, e a flutuação dos hormônios estrogênio e progesterona, que interferem na produção dos ingredientes da lágrima (gordura, água e proteína). Para completar, às vezes, sofremos com sintomas relacionados à TPM, entre eles: mau humor, dores musculares e de cabeça, estresse, cólicas e sensibilidade. Mas, agora, contamos com um aliado: o óleo de linhaça.
O segredo do óleo de linhaça está nos ácidos graxos polinsaturados presentes em sua composição - o organismo não consegue produzi-los, logo, eles precisam ser obtidos na dieta. Sendo rico em ômega-3 e fitoestrógeno, o óleo assume uma ação antioxidante contra os radicais livres, que, em excesso, provocam doenças crônicas degenerativas, assim como podem levar ao envelhecimento precoce. Por isso, o óleo é um importante aliado na suplementação alimentar para promover o equilíbrio orgânico e, se bem indicado, pode ser de grande valia para a saúde.
A presença balanceada de ômega -3 e ômega -6 permite a produção de prostaglandinas, que são corpos biologicamente ativos e importantes para o alívio de sintomas no período pré-menstrual. Na sua constituição ainda tem uma alta taxa de fibras solúveis, vitamina B1, B2 e C, caroteno, ferro, zinco e lignanas, sendo importante na prevenção do câncer de mama por neutralizar a ação do estrógeno sobre esse tecido mamário.
A linhaça melhora ainda o metabolismo da gordura, prevenindo a obesidade, aumentando a produção de energia, regulando as funções celulares e melhorando a cicatrização de tecidos.
Além de fazer sucesso na ala feminina este produto é conhecido por atuar nas inflamações de pele, aumentar os níveis de testosterona e até por ajudar a recuperar o fígado danificado pelo álcool.
As pesquisas indicam que o ômega -3, quando incorporado à alimentação, torna-se um importante aliado na prevenção de doenças do coração. Além disso, funciona como alternativa aos medicamentos anti-inflamatórios e ajuda a regular o intestino.
O ômega-3 também está presente em alguns peixes de água fria, que é considerado um ácido essencial ao organismo humano. Por não ser produzido por metabolismo próprio deve ser ingerido diariamente como suplemento alimentar. As sementes de linhaça contêm, em média, 50% de ômega -3 em sua composição natural, e se comparadas ao óleo de canola, por exemplo, é cinco vexes mais concentrada.
Não existe qualquer contra indicação ao uso do óleo de linhaça, uma vez que é considerado essencial à boa saúde. Segundo estudos clínicos, existem 32 doenças relacionadas à deficiência do ômega-3, além da síndrome do olho seco e da TPM, assim como HAS, colesterol elevado, depressão e menopausa.
Em geral, observa-se os efeitos a partir da quinta semana de uso. Portanto, se você apresenta alguns desses desconfortos relatados, que tal buscar orientação do seu médico ortomolecular? Assim você vai perceber que dá para falar Tudo Pode Melhorar ao invés de TPM.

Publicado na Revista Utilità Recreio em Outubro/2009.

Gente, lembrando: é apenas uma dica de saúde.
Consultem o seu médico regularmente. Pratiquem atividades físicas e mantenham uma alimentação saudável. E sejam felizes...
Ah, esses óleos são vendidos em cápsulas gelatinosas. E existem várias marcas no mercado.

2 comentários:

Profª. Vânia Almeida disse...

Muito boa matéria Renata. Gostei tb do lembrete: "Consultem o seu médico regularmente. Pratiquem atividades físicas e mantenham uma alimentação saudável." É fundamental!

bjos
Vânia

RENATA PIRES disse...

É isso aí, Vânia!!!
Tem sempre que ter cuidado com essas coisas.
Um beijo